sábado, 10 de novembro de 2012

NÃO ENTERRE SEU DOM MEU AMIGO!



“Porque isto é também como um homem que, partindo para fora da terra, chamou os seus servos, e entregou-lhes os seus bens. E a um deu cinco talentos, e a outro dois,  e a outro um, a cada um segundo a sua capacidade, e ausentou-se logo para longe. E, tendo ele partido, o que recebera cinco talentos negociou com eles, e granjeou outros cinco talentos. Da mesma sorte, o que recebera dois, granjeou também outros dois. Mas o que recebera um, foi e cavou na terra e escondeu o dinheiro do seu senhor.” (Mateus 25:14-18).

Outro dia, eu conversava com um artista plástico morador de rua.

Vive de esmolas e é um artista plástico; tem um dom divino de dar inveja até em quem dorme num colchão macio como a nuvem.

Eu olhava para ele ali naquela esquina; ele com a sua dura missão de fazer as outras pessoas pensarem alguma coisa quando o vêem dormindo no chão, e com tanto talento.

Eu então lhe disse algo que se tornará o tópico da mensagem de hoje, eu lhe disse: 

“Não enterre teu dom, amigo!”.

Talvez alguém me pergunte por que eu disse para um morador de rua não enterrar seu dom, sendo que ele mesmo parece estar enterrado vivo.

Talvez alguém diga: “Que tu tens a ver com isto Pastor?”.

Acontece que além dele ser meu próximo, eu muitas vezes estive ali admirando o trabalho dele fazendo pinturas de lindas paisagens, caricaturas e muito mais.

A questão é que apesar dele ser um grande pintor, faz tempo que não o vejo pintando um quadro sequer; parece que desistiu de exercer o dom divino.

E quando eu vejo um homem com um grande talento como o dele desistindo de exercê-lo, isto me entristece muito.

Apesar de morar na rua, ele ainda pode produzir muito com o talento que Deus lhe deu, mas parece que enterrou seu talento numa cova, para que ninguém o visse.

Conheço outros homens talentosos que também estão enterrados vivos, homens com o dom da palavra que enterrarão seu dom na política ou na religião.

São tantos os dons que vejo sendo enterrados neste mundo que me entristeço de verdade.

Quanto talento desperdiçado com as coisas do mundo.

Quanto talento enterrado em uma esquina.

Não enterre seu dom, é um estudo que tem a finalidade de fazer acordar o potencial que dorme dentro do peito de cada um de nós.

Muitos de nós que não dormimos no chão, também estamos com o nosso dom enterrado, ou pelo menos estacionado na esquina do mundão.

Por isto, não enterre o seu dom, viva para Deus.

NÃO ENTERRE SEU DOM NA TERRA.


“Mas o que recebera um, foi e cavou na terra e escondeu o dinheiro do seu senhor.”.
(Mateus 25:18).



Nesta parábola, Jesus fala sobre um homem que saindo de viagem, deixa cinco talentos com um de seus servos, dois talentos com outro servo, e ainda com outro, deixa um talento.

 Também diz a parábola, que deixou a cada um, uma quantia de acordo com a capacidade de cada um.

O SENHOR conhece a capacidade de cada um de nós.

Ao que deixou cinco, deixou conforme sua capacidade, e o mesmo fizeram com os que deixaram dois e um talentos.

O Primeiro que recebeu cinco talentos, imediatamente saiu a negociar seus cinco talentos e ganhou mais cinco talentos.

O segundo, que recebera dois talentos, agiu da mesma forma ganhando mais dois talentos.

Mas o que ganhou um talento, enterrou seu talento numa cova na Terra com medo de perdê-lo e assim desagradar seu senhor.

Às vezes, por medo de fracassar, muitos de nós nem tentamos, e em vez de produzir algo a mais para glória de Deus, preferimos enterrar nosso dom em alguma esquina por aí.

Quantos são os pregadores do verdadeiro evangelho, por exemplo, que enterraram o dom da palavra em alguma esquina do mundo, em alguma religião?

(Não desista do seu dom, eu preciso dele pra sorrir).

Assim como meu amigo, enterrou seu dom na calçada da esquina, também conheço cantores, músicos e outra infinidade de talentos enterrados nas esquinas.

Enterrar um talento na Terra, significa investir seu dom nas coisas deste mundo.

Me diga qual o nome do partido político que Ele mandou que usássemos nosso talento para ganhar votos?

Vejo homens que foram presenteados com o dom da Palavra servindo às religiões desta Terra, às ciências e políticas deste mundo e não para Deus.

Vejo muitos músicos e cantores enterrando seu dom de louvar ao Deus vivo, sendo explorados pelo líder e não para Deus.

Saia pelas ruas e veja você mesmo quantos talentos estão sendo manipulados pelo sistema político e religioso deste mundo.

Quantos homens de Deus, que estão enterrando seus dons em seitas mundanas com a única finalidade de enriquecer seus líderes.

Um dia o SENHOR irá voltar, e todos nós deveremos prestar contas do que fizemos com o talento que Ele nos deu.

Então o que diremos a Ele?

O que diremos ao SENHOR na sua volta?

Ele voltará e todos nós deveremos prestar conta do que fizemos com o dom que Ele nos deu de acordo com a nossa capacidade.

Diremos: “Pai, enterramos nosso dom, toma ele de volta!”.

Ou diremos: “Pai, exerci o dom que tu me destes e lhe trago o dobro do que me destes!”.

O DOM SACERDOTAL:


“Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;”.                        (1º Pedro 02:09).


Existe um sacerdote dentro de cada um de nós.

Nós somos a geração eleita por Ele.

Nós somos sacerdotes reais chamados por Ele.

Fomos chamados para anunciar as virtudes daquele que nos chamou, e não à prisão da religião da esquina, e nem de seu líder.

(Exerça o dom que existe dentro de você).

Existe um dom dentro de cada um de nós, que se chama dom de amar, e que nunca irá se enquadrar na religião da esquina, pois amor pelas almas é divino, não pertence a este mundo.

A este mundo pertence o amor ao dinheiro, fama e poder.

OS SACERDOTES DO MUNDO:

Existem por aí, alguns líderes religiosos que se intitulam sacerdotes de Deus, mas que servem aos reinos daqui da Terra.

Servem às suas instituições criadas para obter lucro financeiro e reivindicam fazer a obra de Deus.

Quanto talento sendo enterrado...

Em cada esquina, existe uma seita religiosa que fica nos convocando para servi-los em suas “igrejas”, e se lhe dissermos que servimos somente a Cristo, eles nos chamam de insubmissos e rebeldes.

Existem líderes religiosos convocando cantores para gravar um CD gospel em uma determinada gravadora que tem como único alvo vender, e não ganhar almas para Cristo.

O dom divino de louvar ao SENHOR sendo vendido na prateleira de um supermercado ao lado da revista pornográfica.

(Aqui jaz um homem de muito talento).

Quanto dom e talento sendo enterrado...

Até quando nossos cantores enterrarão seus dons nestas empresas de comércio da fé?

NÃO ENTERRE SEU DOM, VIVA PARA DEUS:

Existem líderes religiosos usando o dom da palavra de muitos pregadores para construírem um reino aqui na terra, sem dar a mínima para reino dos céus.

Até quando nós enterraremos nosso dom de pregar o evangelho nestas covas de esquina?

O dom é de Deus, e pertence a Ele!

Devemos usar nosso dom para encher o céu de almas, não para encher os cofres da igreja terrena.

Minha fé não pode estar contaminada da água da cobiça e vaidade humana. (graças a Deus por isso)

JESUS NÃO ENTERROU SEU DOM:

Jesus podia ter deixado os religiosos da época usar seu talento e seu dom.

Ele podia ter deixado os políticos usar seu dom para ganhar votos.

Com o dom que Jesus tinha, poderia ter se aliado a Herodes, a Caifás, a Judas; Ele poderia ter enterrado seu dom em alguma esquina do mundão.

Mas o dom que havia em Cristo Jesus estava somente à disposição do Pai!

Todo dia Jesus colocava seu dom a disposição do Pai!

Como podemos ser tão cegos quanto a isto?

Eu disse para o meu amigo morador de rua:

“Não enterre seu dom!”.

E ele bem poderia ter me dito a mesma coisa:

Enterramos nosso dom porque somos cegos, mas Cristo nos abriu os olhos para esta verdade.

E a verdade é que nosso dom deve render almas para o céu e não dinheiro para instituição da esquina.

O dom é de Deus e deve ser usado para glória Dele.


“Respondendo, porém, o seu senhor, disse-lhe: Mau e negligente servo;sabias que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei? Devias então ter dado o meu dinheiro aos banqueiros e, quando eu viesse, receberia o meu com os juros. Tirai-lhe pois o talento, e dai-o ao que tem os dez talentos. Porque a qualquer que tiver será dado, e terá em abundância; mas ao que não tiver até o que tem ser-lhe-á tirado. Lançai, pois, o servo inútil nas trevas exteriores;ali haverá pranto e ranger de dentes.”. (Mateus 25:26-30).

Aquele servo que enterrou seu dom aqui na Terra, neste mundo, o seu senhor mandou jogá-lo nas trevas, um lugar onde há pranto e ranger de dentes.

Este é o destino de quem se deixa levar pelo sistema: “Trevas, pranto e ranger de dentes!”.

O mundo e suas instituições virão nos fazer propostas pra usar o nosso dom e talento para enriquecer seus líderes.

Estejamos preparados para dizer não!

Nosso dom e talento estão à disposição de Cristo Jesus apenas!

Eu posso ouvir a sua vontade para mim neste dia e fazê-la conforme Ele me orientou na minha oração ou leitura da sua Palavra.

“Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.”.
(João 04:24).

O meu Deus é Espírito e importa que eu o adore em Espírito e em verdade.

Eu preciso exercer meu dom em todo tempo e lugar para a glória de Deus, e não para vaidade humana.

A paz a todos 

Pastor Eli Reis